Dados e estratégias para tomar decisões melhores na sua frota
11 de outubro, 2023 1073
Gestão de Frotas
Artigo Artigo

Dados e estratégias para tomar decisões melhores na sua frota

A tomada de decisão na frota deve ser composta por informações das mais diferentes áreas de uma operação, desde a manutenção e substituição de veículos até o gerenciamento de motoristas e a implementação de políticas de sustentabilidade.

Por isso, o gestor de frota encara uma série de decisões importantes no dia a dia para garantir que sua frota de veículos funcione de maneira eficiente e econômica. Cada escolha feita pode ter um impacto significativo nas operações e nos resultados financeiros da empresa.

Desta forma, é fundamental que você saiba qual a melhor maneira de compreender a realidade de suas operações e quais dados analisar para tomar decisões efetivas e que geram resultados positivos.

Quais são as decisões do gestor de frota?

Roteirização

A roteirização é uma das decisões críticas para o gestor de frota. Envolve a escolha das rotas mais eficientes para os veículos da frota, levando em consideração diversos fatores, como distância, condições de tráfego, horários e entregas programadas. 

Uma rota bem planejada não apenas reduz os custos de combustível e tempo, mas também minimiza a pegada de carbono da frota, contribuindo para metas de sustentabilidade.

Otimização de desempenho

A otimização de desempenho engloba uma série de decisões destinadas a melhorar a eficiência operacional da frota. 

Isso pode incluir a análise de dados para identificar pontos de melhoria, ajustes nas políticas de manutenção, implementação de tecnologias de rastreamento e monitoramento em tempo real e a busca contínua por práticas que maximizem a produtividade e reduzam os custos operacionais.

Políticas de segurança

As políticas de segurança são essenciais para proteger motoristas, veículos e terceiros. 

O gestor de frota deve tomar decisões sobre as políticas de segurança a serem implementadas, incluindo treinamento de motoristas, inspeções de veículos, políticas de utilização de celular durante a condução e aplicação de práticas de manutenção preventiva. 

Essas políticas visam reduzir acidentes e ocorrências que podem afetar negativamente a frota e a reputação da empresa.

Treinamentos de motoristas

A formação e o treinamento contínuo dos motoristas são essenciais para a segurança e eficiência da frota. O gestor de frota deve decidir quais programas de treinamento implementar, abrangendo desde direção defensiva até conscientização ambiental. 

Esses treinamentos não apenas aprimoram as habilidades dos motoristas, mas também promovem um ambiente de trabalho mais seguro.

A tomada de decisão na frota, para esse momento, deve ser sobre quais são os treinamentos mais adequados em cada momento. Você precisa saber identificar se está na hora de um treinamento de direção, manutenção ou outros fatores que abrangem a rotina dos motoristas.

Aquisição e substituição de veículos

Uma das decisões mais estratégicas é a aquisição e substituição de veículos na frota. 

Você deve avaliar quando é apropriado adicionar novos veículos à frota, quando realizar a desmobilização de parte dela e quando substituir os veículos mais antigos. 

Essa tomada de decisão na frota pode afetar significativamente o orçamento e o desempenho das operações a longo prazo.

Implementação de ferramentas e tecnologias

A escolha e implementação de ferramentas e tecnologias, como sistemas de gestão de frotas, telemática e software de manutenção, são decisões importantes. 

Essas tecnologias podem melhorar a visibilidade e o controle da frota, otimizar processos e permitir decisões mais embasadas.

Por isso, a tomada de decisão nesse momento deve passar pela busca, análise e até reuniões de demonstração dos sistemas para que você possa entender como eles se encaixam na sua gestão e quais benefícios podem trazer à rotina de todos.

Cortes e aumentos de orçamento

A tomada de decisão na frota em relação aos orçamentos inclui decidir onde cortar ou aumentar despesas para garantir que a frota opere de forma eficiente e dentro das restrições financeiras da empresa. 

É fundamental ter esse conhecimento para não realizar cortes em áreas que possam prejudicar o funcionamento e desempenho de suas operações.

Como fazer essa tomada de decisão na frota?

A tomada de decisão na frota é um processo que precisa ser estruturado e envolve a coleta e análise de dados, estabelecimento de metas claras, colaboração entre departamentos e o uso de tecnologia avançada. 

Com uma abordagem baseada em dados, os gestores de frota podem tomar decisões que otimizem o desempenho da frota e contribuam para o sucesso geral da empresa.

Para isso, primeiro, é fundamental coletar e analisar dados relevantes, como histórico de manutenção, consumo de combustível, registros de motoristas e informações de telemetria. A partir desses dados, o gestor de frota pode identificar tendências, gargalos e áreas de melhoria. 

Em seguida, é preciso estabelecer metas claras e definir indicadores de desempenho (KPIs) que ajudem a monitorar o progresso em direção a essas metas.

Além disso, a colaboração entre diferentes departamentos, como operações, manutenção e finanças, deve ser incentivada, já que todos contribuem para uma melhor tomada de decisão na frota. Afinal, comunicar e alinhar objetivos e estratégias entre essas equipes é essencial para garantir que todas as decisões estejam alinhadas com os objetivos gerais da empresa.

Optar por sistemas de gestão de frotas, telemetria avançada e software de análise de dados pode fornecer insights valiosos em tempo real, tornando mais fácil para o gestor de frota tomar decisões informadas e ágeis.

Os dados mais importantes para as suas análises e tomada de decisão na frota

Na gestão de frotas, a qualidade das decisões depende diretamente dos dados coletados e analisados. Portanto, é crucial identificar os dados mais importantes para obter insights valiosos. 

Alguns dos dados essenciais para análises e tomada de decisão na frota incluem:

  • Consumo e economia de combustível

Monitorar o consumo de combustível por veículo ajuda a identificar ineficiências e a tomar medidas para reduzir os custos.

Dados sobre a eficiência de combustível de cada veículo permitem identificar oportunidades para economizar combustível e reduzir emissões.

  • Manutenção preventiva

Registros detalhados de manutenção, incluindo datas de serviços, peças substituídas e custos, permitem planejar manutenções futuras e prever despesas.

  • Telemetria

Dados de telemetria, como velocidade, aceleração, frenagem e rotações por minuto, fornecem informações precisas sobre o comportamento do motorista e o desempenho do veículo.

  • Histórico de condutores

Registros dos motoristas, incluindo histórico de infrações, treinamentos e avaliações de desempenho, ajudam a identificar motoristas de alto risco e a implementar programas de melhoria.

  • Tempo de inatividade

Acompanhar o tempo de inatividade dos veículos ajuda a otimizar a disponibilidade da frota e minimizar paradas não planejadas.

  • Indicadores de Segurança

Avaliar os indicadores de segurança, como acidentes e incidentes, ajuda a implementar políticas e treinamentos eficazes de segurança.

  • Custos de manutenção sobre valor de reposição (ERV)

Entender o ERV de cada veículo é fundamental para a tomada de decisão sobre a renovação da frota. 

Isso porque esse indicador ajuda a identificar quais veículos estão com custos de manutenção acima da média e qual a hora que compensa mais investir em um veículo novo do que continuar com um modelo de alto custo operacional.

  • Comparação de rota percorrida e rota planejada

Informações sobre rotas, tempos de viagem e atrasos ajudam a otimizar a roteirização e melhorar a eficiência das entregas.

Para tomar decisões ainda melhores em sua gestão, é preciso conhecer todos os desafios que você está enfrentando e as soluções mais adequadas. Confira nosso material gratuito sobre o assunto fazendo seu download aqui.