Conheça as diferenças entre rastreamento e telemetria veicular

Ter em mãos dados precisos, atualizados e confiáveis sobre a frota e os condutores é um dos pré-requisitos mais importantes para uma gestão de frotas eficiente e estratégica. Essas informações permitem a formação de um perfil e diagnóstico completo da frota, e a tecnologia é uma grande aliada nesse trabalho. Rastreamento e telemetria veicular são dois dos recursos tecnológicos mais utilizados na gestão de frotas. Você sabe quais são as diferenças entre eles? Convidamos você a ler este artigo para conhecer melhor o tema. Boa leitura! Rastreamento e telemetria: ferramentas de controle e segurança das frotas Tanto o rastreamento como a telemetria são extremamente úteis para gerir a frota da forma mais eficiente possível. Ambas as ferramentas têm sido cada vez mais fundamentais no controle e na segurança das frotas corporativas. Apesar de o rastreamento e a telemetria terem funcionamento semelhante, eles diferem pelo nível de detalhamento das informações geradas. O rastreamento disponibiliza ao gestor da frota basicamente a localização atual dos veículos, enquanto a telemetria fornece dados mais completos sobre as condições mecânicas do veículo e o perfil do condutor. Assim, podemos afirmar que o rastreamento veicular é o serviço mais básico para acompanhar os veículos de uma frota. Essa ferramenta funciona por meio de GPS, sistema de navegação por satélite por meio do qual se define a localização do veículo em tempo real. Já a telemetria vai além: possibilita uma leitura completa sobre as condições do automóvel e a forma como este é conduzido. Quando utilizar um ou outro? Como o rastreamento faz uso do sistema de geoposicionamento global (GPS), as informações extraídas dele são basicamente a posição e a velocidade do veículo em tempo real. O rastreamento é muito utilizado, por exemplo, para acompanhar o veículo durante viagens ou recuperar automóveis roubados/furtados.   Apesar de ser adotado por empresas no lugar da telemetria, o rastreamento pode ser uma solução limitada no contexto de frotas maiores, justamente devido à menor gama de dados que consegue extrair. Alguns rastreadores têm funcionalidades extras, como gravação do que ocorre no veículo, alerta de situações de risco e bloqueio do automóvel como medida de precaução. Ainda assim, as informações são menos completas se comparadas com aquelas extraídas do serviço de telemetria. A telemetria é, portanto, a solução mais indicada para operações organizacionais; o rastreamento, para pessoas físicas ou frotas com poucos veículos.     Telemetria veicular: uma solução mais moderna e avançada A palavra telemetria é formada pelos termos tele, que significa “remoto”, e metria, ou “medição”. Ou seja, telemetria significa medição remota (ou medição de distância). Existem inúmeras formas de utilização da telemetria, mas aqui tratamos especificamente da telemetria veicular, ferramenta avançada para controle da frota, capaz de proporcionar aumento da produtividade e da segurança da frota, entre outros benefícios. Bem mais do que somente medir distâncias, a telemetria permite a coleta e o envio de dados obtidos a partir de pontos remotos e/ou móveis sobre o veículo e o condutor. Mas como funciona essa ferramenta? Funcionamento da telemetria A telemetria é capaz de coletar dados de grande especificidade, como rotações por minuto (RPM), velocidade, temperatura do motor, manobras como direção “na banguela”, aceleração, frenagem, curva, entre diversos outros. Esses dados permitem um diagnóstico preciso do perfil de condução dos veículos. Assim como os de rastreamento, os dados de telemetria são captados por meio de diversos sensores nos veículos. Depois eles são enviados via telefonia a uma central receptora e disponibilizados via software para consulta do gestor de frotas, que a partir da leitura correta deles pode conhecer melhor o perfil de condução do motorista, regras de segurança, distância e trajetos percorridos, e muito mais. A telemetria veicular consegue, por exemplo, captar toda a distância percorrida por um veículo e calcular o tempo que o condutor levou para atingir uma velocidade específica. O gerenciamento dos dados é feito por meio de relatórios gerados automaticamente pelos serviços de telemetria, mas o gestor também pode ter acesso à base bruta de informações se preferir. A leitura e o tratamento dos relatórios geralmente são realizados com a ajuda de programas de monitoramento de indicadores. Outra vantagem da telemetria é a identificação de problemas mecânicos no veículo, o que permite ao gestor agendar manutenções preventivas ou precoces, reduzindo custos. Quer saber mais sobre o assunto? Assiste um dos papos que rolou no Frota & Gestão entre o Luiz Cláudio e o Marco Roza, da GolSat no nosso canal no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=-0UBVtWeC1A Conheça os serviços da MaxiFrota Vimos que o rastreamento é um serviço mais voltado unicamente para a localização do veículo, enquanto a telemetria colabora para uma análise mais completa do perfil do condutor. Trata-se de duas ferramentas extremamente úteis para a gestão de frotas. Por falar em gestão de frotas, a MaxiFrota traz soluções inovadoras e integradas para sua frota, que atuam diretamente sobre os custos com abastecimento e manutenção de veículos, proporcionando economia e eficiência. Se você precisa de uma mãozinha para tornar sua frota mais inteligente, fale com nossos consultores e encontre a solução ideal para sua empresa.   

Por Blog MaxiFrota - 30 de novembro, 2020


Tecnologias para frotas: Veja os benefícios que podem trazer para sua gestão

Dentro da área, é impossível não observar  quanto a tecnologia para frotas tem modificado completamente o cenário da gestão. O dinamismo que as ferramentas advindas desse tipo de tecnologia ocasionou tornou o trabalho muito mais rápido, prático, e multiplicou de forma incontável à sua produtividade. Isto trouxe ao setor de transporte e logística também um outro nível de competitividade entre as empresas, obrigando os profissionais da área a obterem rapidamente conhecimento na tecnologia para frotas, e em alguns casos, serem até mesmo desenvolvedores de novas ferramentas e sistemas. Tendo em vista este novo mercado completamente competitivo, e o avanço constante das ferramentas de gestão, é necessário que o profissional da área esteja bem atualizado e por dentro do leque de possibilidades que as mesmas oferecem. Neste artigo vamos explorar um pouco sobre esse assunto, e esperamos convencer você sobre a necessidade urgente de obter conhecimento sobra as ferramentas tecnológicas da área. Quais as vantagens desta nova tecnologia para frotas? Em um resumo não tão abrangente a tecnologia para frotas possibilita agilizar inúmeros processos cotidianos da gestão, favorecendo tomadas de decisão cada vez mais assertivas e também um controle de custos baseado em dados sempre atualizados e extremamente confiáveis. O “nome do jogo” da atual tecnologia para frotas é o uso de dados confiáveis, e o quanto mais esta coleta consegue ser portátil e rápida mais ainda é possível se utilizar de softwares para a sua análise. Esta velocidade de tomadas de decisão em uma área que lida com a pontualidade dos seus prazos, gera uma vantagem competitiva entre as empresas, e também aprimora a sua produtividade. As tecnologias vigentes (e em constante mudança) viabilizam o acompanhamento de operações de forma remota, onde é possível calcular de forma assertiva o uso do combustível, evitar acidentes de trânsito, controlar a manutenção dos carros e o tempo de transição entre os seus respectivos motoristas. O aumento da produtividade, diminuição de custos, e o controle dos carros ocasionados pelo uso destes softwares, geram uma vantagem decisiva para a competição do mercado. Quais são as funções de um software na tecnologia para frotas? Basicamente existem softwares para inúmeras especificidades, mas em uma visão geral, os mesmo possibilitam o controle em tempo real de todos os dados relevantes para a gestão. O acompanhamento se torna por sua vez também sistêmico, possibilitando a empresa e colaboradores estabelecerem um modus operandi de sua gestão. Além disso softwares permitem o controle do uso de combustível, prever de forma assertiva os custos com manutenção em determinadas unidades de tempo, entre outros custos operacionais que são somadas as demandas diárias. Uma outra vantagem importante é a segurança que os softwares proporcionam, uma vez que todas as informações estão unificadas em um só lugar, é muito mais fácil ter controle sobre os dados, e não perdê-los, além de que possíveis cálculos sempre serão muito mais confiáveis. Quais são as tecnologias para frotas mais usadas atualmente? Muitos avanços tecnológicos foram realizados na área, e cada um em sua especificidade, colabora para todos os processos necessários em uma operação de gestão de frotas. Falaremos aqui sobre algumas dessas tecnologias. Telemetria A telemetria é uma tecnologia que permite o acompanhamento do comportamento dos motoristas em tempo real. É possível, dentre outras coisas, identificar possíveis infrações cometidas pelo condutor e que danificam os carros, desperdiçam combustível, e também diminuem a disponibilidade de carros para a frota.  Sensores de controle de pneus e temperatura É possível hoje de forma remota acompanhar o desgaste e performance dos pneus de toda frota. Este tipo de avanço fantástico não só auxilia a diminuição de custos com o uso dos pneus, como também permite observar à durabilidade de determinadas marcas, por tabela a economia de combustível e também a segurança do motorista na estrada.   Conclusões finais Neste artigo abordamos algumas das tecnologias para frota disponíveis e em amplo uso, e também as inúmeras vantagens que são ocasionadas por este avanço. Concluímos que hoje é praticamente impossível trabalhar na área de gestão de frotas sem possuir afinidade com essas ferramentas e praticidade que as mesmas proporcionam. É necessário o uso de softwares e aplicativos não só para a coleta de dados e monitoração remota das unidades, mas também para a verificação e avaliação da grande quantidade de tarefas que um gestor encontra em suas demandas diárias.

Por Blog MaxiFrota - 30 de setembro, 2020


Escolha a solução de gestão de frotas ideal para sua empresa

Falar de solução de gestão de frotas é tentar em um só assunto englobar toda meios de lidar com todas as demandas que a gestão de frotas pode ocasionar (e que não são poucas), porém não se trata de uma missão impossível. Hoje a tecnologia avançada é um grande meio de solução de gestão de frotas, e para cada desafio que o gestor pode encontrar em sua jornada, existem aplicativos e softwares capazes de solucionar os problemas de forma prática e com muito mais eficiência do que seriam as soluções humanas. O mercado de gestão de frotas da atualidade é extremamente exigente e a tecnologia faz toda a diferença nesta corrida pela liderança e eficiência. Mas, do que exatamente são capazes esses programas e aplicativos? E também em que situações os mesmo se fazem necessários? Pensando nesses questionamentos apresentaremos neste breve artigo, uma solução de gestão de frotas ideal para a sua empresa e segmento. Como escolher a melhor solução de frotas para à minha empresa? Já sabemos que os aplicativos e softwares são esses grandes solucionadores dos nossos desafios diários, mas como se pode saber qual sistema ou programa é o mais indicado para as demandas do seu negócio? Se trata de uma escolha que deve ser bem pensada, pois do contrário, ao invés de benefícios poderão ser tornar eventuais novos problemas. Vamos evitar esse tipo de situação fazendo um overview sobre alguns pontos importantes na análise e escolha do sistema ou software adequado. Leve em consideração quais são as maiores necessidades do seu negócio Aqui já se pode ter ideia se um programa ou aplicativo vai atender as suas necessidades ou não. Preste atenção se os utilitários do mesmo comportam necessidades que podem ser as suas, como: seus trabalhos são a longa distância? Quais são os recursos que sua empresa necessita? Trata-se de um negócio de pequeno, médio ou grande porte? Todos esses questionamentos são muito importantes para que você possa escolher o software mais adequado para o seu negócio. Fique atento ao funcionamento da plataforma que suporta o programa ou aplicativo Pode não parecer uma preocupação inicial, mas é importante saber que você terá um bom suporte em caso de qualquer mal funcionamento ou até mesmo um não funcionamento do programa. Esteja atento a questionar ao suporte do software se: Qual a frequência do atendimento? Possui auxílio 24 horas, Com que velocidade o suporte é acionado e se recebe  o serviço? Em algumas situações o tempo com que se recebe o suporte pode ser a diferença entre ter um grande prejuízo ou não. Não só por um possível mal funcionamento mas também para o suporte em relação a dúvidas na utilização, que em momentos críticos também pode significar não ganhar dinheiro, ou ter um prejuízo. Tenha certeza de como funciona completamente o software É importante no momento da aquisição ter completo entendimento de como funciona todas as utilidades do sistema ou aplicativo. Questões como: quais são os dispositivos aos quais podem ser instalado o software? Smartphones? Notebooks? Tablets? Qual a velocidade de execução das ferramentas disponíveis no software, e qual a configuração mínima para que ele possa funcionar na máquina sem mais problemas. Existem inclusive plataformas com sistemas completos que não precisam de instalação, sendo um sistema online que terá acesso por meio de um cadastro. É importante também analisar, o quão remotamente é possível fazer uso do software ou do aplicativo. Existem situações em que o gestor estará em trânsito ou não alocado em um lugar fixo, por isso entender a velocidade de conexão de um serviço remoto também é imprescindível. Temos uma grande solução de gestão de frotas para você a MaxiFrota! Tendo apresentado algumas das necessidades básicas que você precisa questionar ao adquirir um software, queremos te apresentar a MaxiFrota, um sistema completo com gestão de abastecimento, gestão de manutenção e também muitos serviços adicionais para todas as suas demandas! Gestão de abastecimento Com nossa gestão de abastecimento você terá em mãos uma ferramenta inteligente voltada para economia de consumo de combustível de sua frota. Nossa inteligente ferramenta proporciona uma economia de até 30% em suas despesas com combustível. Gestão de manutenção Tenha a sua mão uma ferramenta que realiza todo o processo de compras de peças online. Além de auxiliar o seu controle de manutenção preventiva e corretiva, economizando absurdamente o seu tempo em sua jornada diária! Serviços adicionais Facilite toda a sua rotina tendo inúmeros serviços de controle de desempenho dos carros de sua(s) frota(s). Com uma assistência 24 horas, controle de portaria, integração de dados, controle de bomba e muito mais! Esperamos que com esse artigo você tenha se conscientizado e melhor compreendido como escolher um sistema ou aplicativo para a sua gestão de frotas. Um melhor desempenho significa a excelência do seu serviço!   Entre em contato com os nossos consultores e descubra como a Maxifrota pode ajudar!  https://www.maxifrota.com.br/sua-gestao-de-frota-mais-eficiente

Por Blog MaxiFrota - 30 de setembro, 2020


Como a automação de processos para gestão de frotas pode te beneficiar?

A automação de processos vem se tornando cada vez mais comum na área de gestão de frotas, e como em outros segmentos, o uso  da tecnologia acaba por tornar o trabalho muito mais assertivo e eficiente. Basicamente a automação de processos é o uso de aplicativos e softwares que foram criados para identificar situações que são reproduzidas no cotidiano de trabalho, e com a análise desses dados, desenvolverem soluções cada vez mais práticas e rápidas para cada situação repetida em específico. A área de gestão de frotas demanda cada vez mais a proatividade, velocidade e índice de acerto, sendo estes, quesitos que definem a qualidade do trabalho e profissionalismo com que é feito. Todo gestor precisa com isso, dominar bem as ferramentas de análise e decisão para não só garantir sua sobrevivência no mercado, como também buscar a excelência.  Ainda existem profissionais resistentes a automação de processos, e isso se dá por uma equivocada desconfiança no uso da tecnologia, e também uma autoconfiança em suas próprias capacidades. Já não existe lugar no mercado para este tipo de gestor de frotas, e por isso preparamos este artigo para que você possa alcançar a sua melhor performance por meio das ferramentas digitais e atuais. Vamos começar explicando as vantagens de se adotar automação de processos em sua gestão de frotas, e o que implica o não uso de algumas dessas ferramentas. Vantagens de adotar imediatamente a automação de processos em sua gestão de frotas Redução de custos em toda a operação Um dos benefícios mais práticos ao adotar a automação de processos é a redução (ou em alguns casos a anulação) de custos que você pode acreditar que neste momento são necessários. Neste momento muitas empresas desejam vencer a crise, e um planejamento que prevê à redução de custos de forma inteligente é valiosíssimo. Softwares e aplicativos podem realizar a substituição de diversos processos manuais, e isto ao passo que diminui a necessidade de ação humana também aumenta a velocidade e praticidade com que se dão muitos processo. Maior assertividade e praticidade nas tomadas de decisão Além de um trabalho com maior produtividade, independência e velocidade, outro benefício imediato da automação de processos são os indicadores de tomada de decisão. Para um ser humano é necessário esforço e dedicação na análise e construção de planilhas, e também a formulação de relatórios contundentes e verídicos. Com o uso da tecnologia, análises e formulações que durariam horas (talvez dias), acontecem em segundos, e também como o ser humano é capaz de falhas, o uso dessas ferramentas também elimina este problema da equação, tornando as decisões cada vez mais acertadas. Como começar a aplicar a automação de processos em sua gestão de frotas Vamos descrever aqui alguns processos que são comuns a todas as automações de processos em gestões de frota. Automação de check-lists digitais para a gestão de frotas É de conhecimento comum que processos feitos a mão e que não possuam conexões lógicas e bem estabelecidas com outros processos, dificultam e causam falhas na gestão, visibilidade da frota e também o seu controle. Estes problemas podem prejudicar diretamente quem é responsável na locadora pelas checklists, também o comercial que precisa estar atualizado sobre o estado de cada carro, o RH que por sua vez precisa saber da situação dos motoristas suas CNH’s, etc. Existem vários aplicativos e softwares gratuitos e pagos que criam checklists com informações detalhadas e possibilidades variadas de edição, fazendo com que cada detalhe não seja esquecido. Automação de processos robotizada O nome parece coisa de um futuro distante, mas é perfeitamente comum entre as ferramentas de automação de processos. Mesmo com o uso de ferramentas, existem muito dados a serem preenchidos e reportados em cada sistema em específico, este tipo de automação faz este processo. Algumas ferramentas e softwares em específico possuem inteligência artificial, programada para realizar a coleta de dados e também imediatamente enviá-los como um assistente remoto. O usuário ainda pode configurar como esses dados serão acessados em cada sistema, como à coleta é feita, e com qual frequência serão enviados, fantástico, não? Considerações finais Como podemos neste artigo explorar brevemente, um gestor de frotas que não tenha nenhum conhecimento sobre o uso da automação de processos está completamente perdido em sua área. As ferramentas a disposição simplesmente realizam tarefas com uma velocidade e precisão incompetível.  

Por Blog MaxiFrota - 30 de setembro, 2020


4 características que todo gestor de frotas deveria ter

Quando pensamos em um gestor de frotas, automaticamente pensamos em um profissional que possua algumas qualidades que são essenciais para o cargo, tais como: pontualidade, eficiência, supervisão dos protocolos de segurança e acima de tudo responsabilidade. Tudo isto contribui para o bom desempenho da empresa em suas entregas. Pensando nessas qualidades e características, o que pode ser feito para que o gestor de frotas as conquiste?  É preciso estar atento a diversas nuances como uma redução de custos eficiente e que consiga manter a qualidade da operação, e também uma logística na mesma que agrade a clientes e colaboradores. A atuação do gestor é essencial, pois é ele que fica responsável pela  análise e controle de planejamentos, a administração de outras funções, e a depender de suas condições de trabalho, outras tarefas podem ser anexadas às suas obrigações. Agora que já conversamos sobre estas importantes características e situações do trabalho do gestor vamos através deste artigo listar algumas hacks que podem ajudar um novo ou veterano gestor de frotas a alcançar este nível de eficiência. Todo gestor de frotas deve avaliar e treinar bem a sua equipe É um erro comum do gestor de frotas, tomar para si tarefas que pertencem a outros membros de sua equipe. Um bom gestor saberá dividir de forma adequada os afazeres entre os membros de sua equipe  de forma equilibrada, tendo em vista as principais potencialidades de cada um. Os colaboradores e clientes ao observarem uma equipe de alto nível em ação, sentem-se motivados a conseguir novas propostas para incrementar ainda mais a produtividade do time. Para a conquista de uma equipe de alto nível, é preciso investir em treinamentos e cursos específicos desta área, mantendo assim sua equipe sempre atualizada e com novas competências. A organização deve ser a palavra chave da vida do gestor de frotas Entregas prorrogadas são as maiores vilãs da carreira de um gestor de frotas, a pontualidade e excelência em seus serviço são uma questão vital. A manutenção do seu próprio tem e do tempo de sua equipe podem ser o fator essencial para evitar tais equívocos e atrasos. Para isto o gestor deve saber construir uma agenda de prioridades e afazeres diários, que irá dar tempo hábil a execução de tarefas necessárias sem causar sobrecarga aos colaboradores. É importante que um gestor de frotas não confie em sua capacidade de recordar de tudo que for necessário, é impossível para esta área viver sem uma boa check-list. Sua agenda diária é composta por muitos afazeres, e sem um guia prático para guiá-los, será impossível ser eficiente. Um gestor de frotas de excelência domina bem todas as informações Um gestor de frotas precisa estar por dentro de toda e qualquer informação relevante ao mercado de sua área. Decisões importantes podem ser tomadas a depender de como está a sua própria frota e também o mercado, a relação dos custos de operação da rota podem ser o fator fundamental de uma decisão assertiva. Hoje os gestores de frota contam com inúmeros softwares capazes de cálculos preciso e rápidos que auxiliam nessas decisões, assim como a possibilidade em tempo de real de ter a localização precisa de sua frota. Um bom gestor de frotas possui processos padronizados e organizados Para que um nível seja atingido é necessário que metas sejam propostas e também que um resultado seja esperado. Toda análise e compreensão dos pormenores do trabalho do gestor se tornam processos, que por sua vez se tornam um padrão a ser repetido para um resultado esperado. Todo gestor domina os seus processos e possui uma organização protocolar de funções e adequações específicas. Tais processos com o passar do tempo começam a se tornar uma política e filosofia do próprio gestor, assim novos colaboradores são chamados à se adequar a esta padronização para atingir melhores resultados. Lembrando que ser um gestor de frotas requer ainda muito mais que os atributos e características citados acima, e somente por meio da experiência e vivência da área é possível adquirir o know how de um veterano de excelência. Esperamos que você tenha gostado e tomado nota das dicas que apresentamos neste artigo, e que consiga cada vez mais melhorar os seus processos. Precisa de mais uma ajuda na sua gestão? Fique com o artigo abaixo: https://www.maxifrota.com.br/tecnologia/como-a-automacao-de-processos-para-gestao-de-frotas-pode-te-beneficiar

Por Blog MaxiFrota - 30 de setembro, 2020


Ferramentas que ajudam o gestor de frota a gastar menos combustível

Um dos maiores desafios para as empresas que possuem frotas e para quem as gerencia diretamente é a equação entre produtividade e economia de combustível. Se os preços nas bombas oscilam dentro de uma mesma cidade, pelas rodovias do país não é diferente. Mas, se a função da frota é rodar, como gastar menos combustível e gerir melhor a política de abastecimento implantada pela empresa? Como controlar o consumo de combustível de cada veículo?   O primeiro passo para conquistar esse feito é contratar a gestão de combustível - a principal aliada para uma empresa que procura economia e agilidade em seus serviços.  Confira com a gente!       Fatores externos aumentam o consumo  A qualidade das estradas interfere diretamente no gasto, pois obriga os motoristas a reduzirem a marcha mais do que o necessário em uma viagem. Isso aumenta significativamente o consumo de combustível.        A adulteração de combustível é outro grave problema no Brasil. Ela pode aumentar o consumo de combustível do veículo, ou pior, provocar danos irreversíveis. A depender do tipo de combustível adulterado, o motorista não vai perceber as mudanças no desempenho do veículo tão cedo. E, quando perceber, o estrago já terá sido feito.       Gestão de Combustível diminui o consumo  A tecnologia é fundamental para auxiliar no controle de combustível da frota e essa necessidade aumenta à medida que o seu número de veículos e motoristas cresce. Então, respira fundo, pois iremos destacar aqui as principais atribuições de uma ferramenta de gestão de combustível para a sua frota.    O MaxiFrota Gestão de Abastecimento permite a coleta de informações, além da disponibilização em tempo real dos dados fundamentais relacionados à atividade dos veículos. O sistema baseia-se em inteligência da informação para oferecer sistemas completos de gestão que atuam sobre as operações de sua frota, em especial, no controle dos abastecimentos, manutenções e compras referentes aos seus veículos.      Acesso total aos registros dos abastecimentos feitos em cada veículo da frota é outra vantagem do MaxiFrota Gestão de Abastecimento. Isso possibilita que uma média de consumo possa ser feita em relação a cada um deles, além da performance do motorista e a relação comparativa entre os diferentes postos disponíveis nas rodovias.      A economia do combustível é apenas um detalhe relacionado ao trabalho de gestão do negócio. O sistema se caracteriza como uma solução integrada de gerenciamento dos abastecimentos da frota. Ele possibilita ao gestor controle total sobre as regras da operação e indicadores de desempenho, o que contribui para a redução de despesas.      Além de ajudar na economia de combustível, o MaxiFrota Gestão de Abastecimento também ajuda na gestão do negócio, facilitando a tomada de decisões e ajudando a planejar de forma muito mais eficaz. É possível regular todas as características de um abastecimento, desde os tipos de combustível até a quantidade de transações.       Ufa! E aí? Convencido dos benefícios de um sistema de gestão de abastecimento para te ajudar a gastar menos combustível? Contrate agora uma gestão de qualidade que promove diversos benefícios de uma gestão inteligente e eficiente. E que além de tudo isso é pautada em resultados concretos para o seu negócio. Ter uma ferramenta que simplifica a sua vida de maneira eficiente e te traz resultados ainda mais produtivos é possível! Conte com a MaxiFrota! 

Por Blog MaxiFrota - 14 de maio, 2020


O que mostram as notícias sobre a gestão de frotas

O mundo vem passando por mudanças, isso todos podemos observar. O coronavírus chegou e, com agilidade, fez pessoas precisarem mudar completamente suas rotinas. Com o mercado de transportes, não podia ser diferente.     Tendo que tomar novos cuidados e ficar ainda mais atentos, esse setor e seus profissionais seguem sendo requisitados, diante da necessidade de manter negócios e operações básicas funcionando.     E seja você motorista ou gestor, uma das formas para manter-se atualizado diante de tantas novidades é estar atento às notícias diárias por meio de locais seguros e confiáveis, fugindo das chamadas “fake news” (notícias falsas).     Trazendo dados novos todos os dias, os meios de comunicação estão auxiliando empresas a entenderem não só as mudanças em seu mercado, mas também as possibilidades diante de cenários completamente novos. Compilamos aqui algumas das principais constatações apontadas em notícias recentes.     O mercado não parou, mostram as notícias   Pois é! Quando se trata do mercado das transportadoras, responsáveis por mais de 60% de todas as cargas realizadas no país, notícias apontam que o trabalho não parou, pois há “necessidade de abastecer mercados, farmácias, indústrias e outros setores”.     Sendo comparado inclusive com o “oxigênio que vai manter o país indo e vindo durante essa crise”, apesar de não estarem sofrendo tanto seus impactos, o segmento também precisa de investimentos em áreas estratégicas e tecnológicas.      A tecnologia dos sistemas de gestão é pensada como investimento de inovação e usada para driblar os desafios trazidos com o vírus, mostram as notícias    Quem nesse meio se encontra, precisa começar a pensar em formas de inovar, reduzir custos e aumentar a eficiência de suas frotas.     E aí entram os sistemas de gestão de frotas e a tecnologia como aliados. Estes, à medida que vão sendo utilizados, coletam dados que dão um maior senso sobre os processos da empresa.     Seja lidando com custos, monitoramento das pessoas ou questões de logística, a partir dos dados coletados, todos esses sistemas podem passar por avaliações para se entender o que está funcionando, e o que pode ser modificado.     O trabalho em si é otimizado, já que a ferramenta centraliza todas as informações em um só local, o que facilita não só a gestão de tempo, mas também a organização em geral da empresa.     O futuro que se encontra no digital foi apressado pela Covid-19    E ainda quando passamos ao cenário atual, o uso da gestão de frotas, além de otimizar processos externos e internos, pode também tranquilizar gerentes. Estes, conectados à internet, têm acesso a plataforma sempre que precisarem, e de onde precisarem.  Desde o escritório ou no sofá de casa, como é o caso de muitos que hoje precisaram entrar em sistema de trabalho remoto.     O coronavírus trouxe pressa para algo que já era esperado para um futuro um tanto próximo. A digitalização veio para mudar completamente as operações diárias. Seja para o profissional da área alimentícia, seja para o gestor de frotas, quem quiser se manter no mercado, tão competitivo e cheio de novidades, vai precisar se adaptar a esssa nova realidade.  

Por Blog MaxiFrota - 13 de maio, 2020


O que deve fazer parte de uma frota? 

O gerenciamento de veículos de uma empresa é responsável pela estruturação estratégica e operacional de transportes e condutores. Para garantir um funcionamento eficaz, é necessário expertise e agilidade no ramo. Por isso, separamos algumas dicas do que deve fazer parte de uma frota para que ela seja eficiente.   Uma gestão de frota bem executada contribui para que todas as operações com veículos, seja de qual porte ele for, sejam realizadas da melhor forma. Esses atributos garantem produtividade em alta, redução de custos e vantagens na rapidez para a solução de demandas.  Planejar, controlar processos e saber se o potencial da frota está sendo atingido são algumas das atividades básicas que devem fazer parte de uma frota e da sua gestão. Portanto, quando ela é bem gerenciada, é fácil saber quando um procedimento está saindo caro demais ou eficiente de menos. Dessa forma reunimos 8 dicas para criar uma gestão de frota eficiente, para contribuir com a necessidade real da sua empresa.       Diagnóstico  Crie uma lista para descrever todos os itens e demandas que sua empresa precisa. Os tipos de veículos, o estado deles, se precisam de conserto, anote a quilometragem, quanto é gasto em combustível, a manutenção, o salário dos condutores, etc.   Após reunir essas informações, você vai conseguir ter uma visão mais detalhada sobre a situação atual e as reais necessidades de sua frota. Assim como vai identificar ou prever problemas e pensar previamente em soluções. Esse é o primeiro passo para criar uma gestão de frota eficiente.     Política interna  Definir metas e estabelecer meios e prazos para cumpri-las. Isso se refere ao planejamento futuro a curto, médio e longo prazo. A política é um conjunto de acordos entre empresa, trabalhadores e clientes.     Para formular uma política para sua frota, você deve saber os objetivos detalhados da sua empresa. Ao desenvolver métodos para criar uma gestão de frota eficiente, você deve, primeiramente, descrever bem os serviços prestados e fixar algumas diretrizes. Dessa forma, essa política formulada por sua empresa servirá como conduta para seus funcionários, assim como direitos e contrapartidas dos clientes.     Planejamento  Para colocar os planos em prática, é preciso entender a situação atual e as necessidades reais de sua empresa. Portanto, para criar uma gestão de frota eficiente é preciso estar atento a esses processos. Desse modo é fundamental encontrar as ferramentas e procedimentos adequados e personalizados para cada situação.     Lista de necessidades  Precisa de detalhamento no rastreamento de veículos para traçar melhores rotas? Está pensando em utilizar ferramentas de premiação para motivar os funcionários? Está percebendo que há um aumento de gastos com combustível e manutenção? Por onde começar? Listar essas prioridades contribui para sanar demandas que podem estar causando transtornos. Além disso, essas respostas podem ser encontradas e até recebidas em mãos, ajudando a criar uma gestão de frota mais eficiente. Relatórios, análises precisas e condições atuais podem te ajudar a tomar as melhores decisões.   Medidas acertadas contribuem para a agilidade, satisfação de clientes e o melhor: cumprimento de tudo que foi combinado diante da sua política.     Controle de gestão   Para cumprir com todas as demandas citadas anteriormente, é necessário reunir o maior número de informações. De preferência a qualquer horário do dia e ao alcance das mãos. Para assegurar que sua política esteja sendo bem executada é necessário mais controle dos processos. Além disso, esse maior controle de detalhes e informação ajuda a atualizar seu diagnóstico e a criar uma gestão de frota mais eficiente para seu negócio.    Tecnologia  O mercado de frotas assim como o mercado como um todo está em constante mudança tecnológica. Para atender com agilidade e praticidade tanto as demandas quanto os clientes, essa atualização se faz fundamental. Assim, para criar uma gestão de frota mais eficiente, a utilização de ferramentas tecnológicas facilita a gestão da frota e beneficia todos os setores envolvidos.  O uso de sistemas e equipamentos digitais permite o monitoramento a tomada de decisões, aprimorando assim todos os processos. Uma das primeiras mudanças percebidas é com a produtividade, que aumenta tanto na área administrativa quanto operacional.     Ferramentas de gestão  Planejamento de roteiro, desempenhos da operação, controle dos gastos com manutenção e combustível. Todas essas atividades podem ser analisadas e geridas através de ferramentas digitais que facilitam a vida útil de todos, empresa, funcionários e clientes. Escolher a ferramenta que melhor se adequa à realidade da sua empresa contribui para criar uma gestão de frota mais eficiente.   Além disso, incentivar investimentos tecnológicos representa também uma série de benefícios. Redução de custos, manutenções preventivas, diminuição de quilometragem e controle da jornada de trabalho dos condutores são algumas delas.  

Por Blog MaxiFrota - 12 de maio, 2020