Para que serve o controle de quilometragem?
1 de junho, 2022 3495
Gestão de Manutenção de Frotas
Artigo Artigo

Para que serve o controle de quilometragem?

Um gestor de frotas que busca economia e segurança não pode deixar de fazer o controle de quilometragem do veículo.

Essa visualização permite encontrar defeitos e inconformidades nos automóveis, assim como ajuda a economizar combustível. Além disso, é uma alternativa para você entender quando os veículos e seus componentes estão se aproximando do fim de sua vida útil.

Embora possa até parecer simples de realizar esse controle, visto que cada veículo possui um hodômetro em seu painel, é preciso ter um cuidado maior nessa questão. Pois, o sistema registra apenas o valor total, não para cada deslocamento realizado. 

Portanto, é algo que você precisa anotar e calcular conforme necessidade.

Mas, antes de começar a realizar esse controle, você precisa saber o que ele é e como fazer isso, certo? Confira a seguir!

O que é o controle de quilometragem, exatamente?

A quilometragem do veículo é a quantidade de quilômetros rodados que o carro já percorreu. Aliás, para qualquer veículo, seja moto, carro, caminhão ou ônibus.

E, o controle de quilometragem nada mais é que fazer o acompanhamento desse número. 

Cada veículo já possui, no seu painel, um hodômetro, cujo papel é registrar os km rodados. Porém, nem sempre eles são confiáveis.

Por isso, algumas tecnologias recentes como a telemetria ou outros meios de monitoramento de veículos possuem sensores que também têm o registro para controle de quilometragem.

Dessa forma, o controle de quilometragem é o registro exato de quantos km rodou cada veículo em cada deslocamento realizado.

Como fazer o controle de km rodado?

Como mencionado acima, o controle de quilometragem pode acontecer pelo hodômetro do veículo ou por sistemas tecnológicos. No primeiro caso, também é preciso ter um controle manual dos valores do hodômetro. 

Isso pode ser feito com os checklists de inspeção de veículos, onde a cada saída e retorno de viagem, os valores apontados no hodômetro são lidos e anotados pelo motorista. 

A partir desses números, basta calcular a distância percorrida e comparar com a distância média calculada na roteirização para entender, por exemplo, se o motorista cumpriu com o planejado.

Também existe o controle de quilometragem digital, feito por sistemas de monitoramento e sensores instalados no veículo. Nesse método, há uma central que recebe as informações de velocidade e distância percorrida em tempo real.

Em alguns casos, você consegue dados ainda mais completos, como o número de paradas realizadas, tempo de ociosidade do veículo, e assim por diante.

Quilometragem do veículo: o que ela conta para o gestor de frota?

Consumo de combustível

A quilometragem do veículo pode dar algumas respostas, dentre elas, se o consumo de combustível está sendo constante, padrão, ou se está muito alto.

Também é através do controle de quilometragem que pode-se realizar cálculos de consumo mais precisos, assim, gerando dados para um maior controle de consumo de combustível e de abastecimento da frota.

Qualidade do combustível

Se o combustível está sendo gasto mais rápido que o normal, o problema não é, necessariamente, no veículo. Pode, apenas, ser caso de combustível de má qualidade ou adulterado.

Tome cuidado com o abastecimento em postos de combustível que estão fora da sua lista de parceiros confiáveis ou que oferecem preços muito abaixo do mercado. Normalmente, isto é um indicativo de que os combustíveis podem não ser tão bons.

Gestão de manutenção dos veículos

Há alguns problemas no veículo que podem ser identificados através do controle de quilometragem e em relação ao consumo de combustível. Se o consumo aumenta, com a mesma quilometragem percorrida de outro deslocamento realizado, podem estar acontecendo problemas como:

  • No catalisador, quando problemático, faz a temperatura aumentar e acaba queimando mais combustível que o necessário;
  • Filtro de ar entupido, pois atrapalha a chegada do ar até o motor (responsável pela queima do combustível);
  • Velas desgastadas, são elas que geram energia para a queima do combustível e, quando desgastadas, não performam com excelência;
  • Pressão baixa dos pneus, o motor precisa queimar mais combustível para o veículo se movimentar na velocidade desejada.

Estilo de condução dos motoristas

Tem algumas práticas de direção que aumentam o consumo de combustível por km rodado. Por exemplo, dirigir acima de 70 km / h com os vidros abertos ou rodar com os pneus mal calibrados, seja pressão abaixo ou acima do ideal. 

Por isso, quando você analisa o controle de quilometragem em relação ao combustível utilizado, você pode entender se está precisando conscientizar os motoristas da frota com algumas boas práticas de direção defensiva e econômica.

Ainda mais, você também gera maior durabilidade do veículo, melhor desempenho deste e, também, economia de combustível.

A MaxiFrota Gestão de Abastecimento funciona como um meio de controlar os abastecimentos da frota e evitar sair do orçamento. Conheça mais sobre a solução!